Saiba mais sobre esse passeio que faz você voltar no tempo e conhecer melhor Bento Gonçalves

Conhecer a Capital Brasileira do Vinho nunca foi tão interessante: a bordo de um charmoso ônibus Chevrolet 1961, você embarcará em uma viagem pelos principais pontos turísticos da cidade, e conhecerá a história da Imigração Italiana e fundação da cidade.

Pipa Pórtico

Uma das paradas do passeio é na entrada principal da cidade de Bento Gonçalves: A Pipa Pórtico. A primeira versão da Pipa Pórtico foi erguida em 1975, mas foi somente em 1985 que foi construída a última versão que conhecemos hoje. Ela foi criada para servir de acesso principal da cidade e simboliza, principalmente, as pipas de madeira amplamente utilizadas na fabricação e armazenamento do vinho elaborado na região. O monumento de 17,35 metros de altura dá as boas-vindas aos visitantes pelo acesso sul da cidade, oferecendo a impressão de que eles estão, literalmente, entrando no mundo do vinho – assim como sugere o slogan estampado na construção.

Monumento aos Imigrantes

Uma das esculturas públicas mais recentes de Bento Gonçalves, o Monumento aos Imigrantes Italianos celebra a saga dos que partiram da Itália, em 1875, em busca de uma nova vida na América. Inteiramente feita em bronze pelo escultor uruguaio Gustavo Nakle, a obra de 121 toneladas retrata uma cena comum na vida dos imigrantes: o trabalho na roça com a ajuda de um carro de boi. A obra compõe, ao lado da Igreja São Bento, o principal atrativo dessa praça, importante espaço de lazer dos moradores, principalmente aos finais de semana e nos finais de tarde dos meses de verão.

Museu do Imigrante

Para entender como Bento Gonçalves tornou-se a cidade que é hoje, basta passar alguns minutos percorrendo os dois andares do Museu do Imigrante. Como seu nome sugere, o prédio datado de 1913 guarda um dos acervos mais ricos da imigração italiana, iniciada no Estado a partir de 1875. Ao todo, o patrimônio do museu é composto por mais de 15 mil itens – objetos de trabalho, utensílios para elaborar o vinho, peças de vestuário, instrumentos musicais, imagens sacras e louças são alguns dos atrativos da casa. Atualmente, a visita é gratuita e pode ser feita de terça a sábado, das 8h30 às 11h30 e entre 13h30 e 17h30.

Via del Vino

Quem quiser conhecer a fundo a história de Bento Gonçalves precisa, obrigatoriamente, visitar a Via del Vino, no Centro. A Via del Vino é um calçadão na Rua Marechal Deodoro, e cenário da frenética vida urbana da cidade. Um dos pontos de maior interesse da Via del Vino, além de sua área que abriga eventos públicos, é a La Fontana, um chafariz cujas águas são tingidas na cor vinho, instalado ao lado da Casa do Vinho, que comercializa produtos típicos.

Malhas G’Dom

Incluso também no roteiro do passeio está a Malhas G’Dom, que é uma tradicional marca do segmento têxtil na Serra. A criteriosa metodologia que compreende a confecção das peças, desde a escolha dos fios até as embalagens dos produtos, pode ser conhecida num tour pela fábrica – que produz, atualmente, cerca de 200 mil peças de roupa por ano e conta com 110 funcionários. A visita é compreendida por três etapas, sendo a primeira delas o acompanhamento de um vídeo sobre todo o processo produtivo. Após, o turista é convidado a visitar a área da tecelagem, e por último, o visitante pode conhecer a loja da malharia, um verdadeiro reduto fashion com mais de 300 modelos para os públicos masculino, feminino e infantil em diversos tamanhos.

Agora que você conhece um pouco mais sobre o roteiro e os pontos turísticos visitados durante o City Tour, faça a sua reserva com a Giordani Turismo e venha conhecer a rica história de Bento Gonçalves.